Obama, Crise Mundial e a Nova Ordem Mundial

Published on maio 6, 2009 by   ·   3 Comments

Maurizio d’Orlando
Asia News.IT
Sábado, 15 de Novembro de 2008
Citar Em portugues: http://www.fimdostempos.net/obama-crise-nom.html

Tradução:Paula Frassinetti

 

A profundidade da atual crise econômica está levando muitas pessoas a favor de uma forma de governança que colocaria a vida econômica e política sob a curadoria de organizações internacionais. O novo gabinete de Barack Obama, que é composto por aqueles responsáveis pela crise, irá garantir a supremacia dos interesses financeiros.

Enquanto isso, ninguém está ligando para as pessoas que têm poder na esfera monetária. O resultado é que a democracia está sendo morta pelo poder financeiro.

Uma nova ordem mundial esteve na tomada há algum tempo e agora está se tornando “inevitável”. Tanto um político quanto um economista são rápidos em dizer que são chamados de grandes sacrifícios, e que qualquer pessoa “razoável” vai ver que o sofrimento e privações são “necessários”.
A crise que atualmente está afetando as nossas vidas está por trás dessa mudança global. O fogo lento passou de imobiliário, a banca e finanças, e agora está alcançando indústria, agricultura e toda a economia. Isso irá ecoar do coração dos Estados Unidos e mexer com o mundo inteiro.
O medo de um efeito dominó e seu potencial para o desenvolvimento econômico, político e social e o medo da anarquia propagada, irá fornecer as ferramentas necessárias para instalar esta nova ordem, que para a maioria das pessoas vai aparecer como o único resultado possível. O ato de governar mudará. Como uma organização mundial terá a seu cargo as relações financeiras, econômicas e os sistemas fiscais. Polícia, prisões e relações privadas dentro e fora da família virão sob a sua tutela, assim a soberania nacional dos povos e do direito de expressar opiniões que são diferentes das do pensamento único do relativismo, será visto como a única solução que está disponível e desejável.

O G20 e a Nova Ordem Mundial

Até algumas décadas atrás essa nova ordem mundial teria sido anátema, um pesadelo, um primeiro passo para uma ditadura mundial. Agora, os líderes mundiais serão elogiados quando eles mostrarem preocupação com o bem-estar dos povos da terra e dos grupos sociais, num momento de dificuldades. Evidentemente, isso é o que vamos ouvir, e muito em breve, também, em termos mais inequívocos que poderíamos pensar agora. Dito isto, as novas regras, um novo Bretton Woods, não são nada de novo; as discussões estão em curso há algum tempo. Talvez o próximo topo do G20 de 15 de Novembro será um momento em que a cura, o “milagre”, será encontrado, um mundo que implicará num banco central que regula uma única moeda de conta e a sua relação com as moedas locais.
Após uma breve lição e um rápido diagnóstico dos problemas atuais, durante a qual os participantes do G20 irão ouvir que “foi tudo culpa de Bush defende insensato laissez-faire”, as mesmas pessoas responsáveis pela atual crise irão fornecer o tratamento para colocar as coisas de forma correta.

Tudo o que temos a fazer é ver quem financiou a campanha presidencial mais cara na antiga E.U. superpotência (mais de um bilhão de dólares em um momento de grande recessão). Como sempre alguns têm apostado em ambos os cavalos só para estar do lado seguro. Como sabemos Barack Obama puxou-o, dinheiro-sábio, também, quase duas vezes mais do que o candidato republicano. Para além dos setores tradicionais como o show business, mídia, academia, educação, tecnologia da informação e da Internet, recursos hedge, empresas jurídicas (estreitamente ligada ao mundo da criativa mediação financeira) e fundos da justiça privada têm financiado o novo presidente da campanha.

A fim de não mudar nada, fica a aparência de que tudo tem de mudar. De fato, apenas a superfície teve de mudar um pouco, o novo presidente de pele mais escura. Para todo o resto, era negócio como de costume. Na verdade, o gabinete do novo presidente é composto das mesmas pessoas imprudentes. Vamos ver! Temos Larry Summers, Tim Geithner e Robert Rubin, que foram pré-selecionados para o Departamento do Tesouro, os quais são extremos, laissez-faire defende que acreditam em um sistema sem restrições financeiras, inimigos do Glass-Steagall Act. Estas são as mesmas pessoas que trocaram empregos no Fundo Monetário Internacional, Banco Mundial, a Administração Clinton; atuaram como auxiliares de Alan Greenspan e Ben Shalom Bernanke, ou na sede do Banco da Reserva Federal de Nova Iorque (Geithner); estas são as mesmas pessoas que organizaram eventos antes e após a atual crise.

Rostos antigos no novo governo de Obama

Obama escolheu Rahm Emanuel para ser seu chefe de equipe, um homem de arreganhada carreira política e grandes grupos financeiros de Wall Street. Mas há mais para o seu caso. Não só o pai dele era um membro do Irgun (Organização Militar Nacional na Terra de Israel), mas ele possui cidadania israelita, tem lutado para Israel e representa as forças armadas do país. Ele também apoiou Obama perante a liderança da AIPAC, E.U. Sionista uma organização que também é financiada pelo Estado de Israel e que recentemente esteve envolvida em casos de espionagem. Em Israel muitos consideram Rahm como “o nosso homem na Casa Branca.”

Com base nisto, talvez a escolha entre os dois candidatos não foi realmente igual. Presencie nas urnas durante algum tempo após um aparente salto, impulsionados pela guerra na Geórgia, o republicano acampamento viu seu nariz mergulhado na sua fortuna após o presidente Bush ter recusado em finais de Agosto, fornecer força aérea de Israel, reabastecimento de aviões de longo alcance numa missão, com efeito, vetar um ataque contra o Irã. Começando com o petróleo, os preços das principais commodities começaram a cair alguns dias mais tarde, afetando negativamente bancos de investimento que tinham apostado na alta dos preços para compensar as perdas na casa do mercado hipotecário, dando assim, um giro nas bolsas mundiais no início de setembro.

Democracia e dinheiro

De todos os acima referidos, é evidente que uma Presidência Obama não irá mudar a forma como a crise financeira vai ser tratada. Pelo contrário, irá reforçar a tendência para proteger grandes instituições e indústrias em detrimento das pequenas empresas e para o homem e a mulher da rua, que votou a favor dele. É bastante óbvio que o topo do G20 em Washington não irá afetar a questão central da atual crise econômica e financeira (e as numerosas crises anteriores da modernidade e da pós-modernidade), ou seja, a soberania e a legitimidade do sistema.

No mundo de hoje, o único regime político que é considerado plenamente legítimo em termos políticos e econômicos é a democracia. Muitas guerras foram travadas com o objetivo de difundir a democracia e, na democracia, por definição, o povo é soberano. No entanto, se uma democracia muito desenvolvida e complexa como a dos Estados Unidos pode ser guiada (no sentido em que os eleitores ficam com a ilusão de que pode escolher quando, na realidade, as suas escolhas como em um supermercado são moldadas pela comercialização, que é marketing político) por aqueles com o bolso grande, a legitimidade do sistema já não reside no consentimento do povo, dado que este último vai para a melhor oferta. Daí, dinheiro se torna a base do consentimento e do poder em uma democracia.

Não há nada de novo em todo este processo, mas o ponto crucial é que a impressão de dinheiro é um ato soberano e é regida por leis. Um credor não pode recusar pagamento em dinheiro que tem curso legal e exigir pagamento em vez de acordo com o seu desejo (ouro, prata ou como não) se ele ou ela não é previamente negociado. Aqueles que controlam a oferta de moeda através de regras nos anúncios podem favorecer alguns em detrimento de outras.

Assim, o paradoxo da democracia moderna é que um povo soberano (através de seus supostos representantes, parlamentos, chefes de estado e de governo) tem de fato poder algum ou direito sobre os E.U. Reserva Federal (ou o Banco Central Europeu), com relação a esse importante ato soberano.

A fim de proteger o público e para evitar interferências políticas imprimindo dinheiro foi privatizada e colocada fora de controle público. Através de seus representantes o soberano não pode ser confiável e, consequentemente, não é soberano. Poucos sabem que os E.U.(Reserva Federal) foi criado ao abrigo do direito privado, o mesmo é verdadeiro para o Banco de Itália e muitos outros bancos centrais.

LEIA TAMBÉM: Assuntos Relacionados

Tags:  ,

Readers Comments (3)
  1. marcio disse:

    gente para de ser alarmantes,por favor.quer dizer que daqui a 2 anos dstruiçao em massa das pessoas,esse papo eu ja ouvi antes,isso sim que e mentira.quero so ver se nao acontecer,com serteza voces invetaram uma grande desculpa

  2. Contra a nova ordem mundial ultimos dias ?
    organizacoes de paises e lideres illuminates da maconaria estao fazendo conspiraçoes sobre o calendario maia querendo exterminar a populaçao e 2/3 e colocar a culpa do calendario maia
    dizendo que foi tudo feito por catastofre naturais sabendo dessa noticia correndo o mundo
    eles tem um plano para o dia 21/12/2012! O Pais mais rico do mundo os estados Unidos com os seus milhonarios que pagam para a nova ordem mundia compraram mais de 500 milhoes de caixoes de plasticos que nele cabe aproximadamente de 3 a 4 pessoas adultas a Fema fundacao de umas das causas emergentes esta envolvida nisso! nao podemos ficar parados
    isso para muitos parece brincadeira mais esse fato sim vai ocorrer eles tem tudo nas maos
    temos pouco tempo para tentar minimizar as consequencias porque sera muito dificil de imperdimos isso temos que nos juntar por enquanto a tempo!

    aguardo a ajuda de voces! repassem!

    O Tempo Esta Ficando Curto O Dia Esta Chegando!

    A Nova Ordem Mundial

    De acordo com teóricos de conspiração, a Nova Ordem Mundial, ou Illuminati, é um grupo que vem manipulando eventos mundiais há centenas de anos.
    O Illuminati Bavário foi fundado por Adam Weisshaupt em 1776, com o objetivo de dominar o mundo. Hoje teóricos afirmam que a Nova Ordem Mundial é composta de líderes mundiais, figuras religiosas, magos dos negócios, financistas e celebridades de todo o globo.
    Aparentemente os objetivos da Nova Ordem incluem a união do mundo sob um governo, reduzindo a população em dois terços e diminuindo a escala da tecnologia industrial para reduzir a poluição.
    Cépticos duvidam, entretanto, que a Nova Ordem Mundial seja possível porque todo governo tem seus próprios interesses, além de ser muito egoísta para organizar um grupo único para controlar todas as nações.

    Incidendia Nova ordem mundial Monitoramento 24 horas MODEX chip em nossa mao

    Apocalipse 13:16-18
    “E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte, para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

    O Tempo e Curto so Nos podemos Mudar Isso!

    A Nova Ordem Mundial Quer Exterminar a populaçao em 2 Terços

    Estados Unidos: Gastos Milhoes Em Caixoes Mais Porque?

    .

    É uma coisa meio estranha isso, mas ao que parece, o governo dos EUA está se preparando para algum tipo de cataclisma de proporções Bíblicas. A FEMA, (Agência Federal de Gerenciamento de Emergências) preparou um lote de 500.000 caixões e os estocou no estado da Georgia, perto de Atlanta. Aqui Dá pra ver de satélite (ao que parece as fotos estão desatualizadas. Dizem que agora já é o quádruplo disso ai) tamanha a quantidade de caixões. E o que é mais estranho, cada urna funerária cabe pelo menos três pessoas adultas

    O Fim Esta Perto Nao Podemos Ficar Parados!

    Todos Que Lerem Essa mensagem Me Respondam O Dia Esta Proximo e Temos Que agir
    Ja Tenho Muitos Ao meu Lado em Luta Contra a Nova Ordem Mundia
    Temos Nosso Campo De Treinamento Nossos Abrigos Mas Precisamos De Mais Colaboradores
    Contra O Governo Mundial Que Queren Nosso Extermio!

    Conto com voces!!! Isso Nao e Brincadeira Pesquise por Voces mesmos
    Esta Tudo Diantes Dos Nossos Olhos
    Mas Muitos Nao Consegue Ver!!

    Espero Que Voces Me Respondam

    Aguarda a Ajuda De Voces
    [email protected]

  3. Roney Gazola disse:

    Os homens não se entendem. Os governos, menos ainda. Por isso a idéia de um governo e uma economia central fazem sentido. Basta ver a Europa, que deveria ser um Bloco, está um tal de França puxa pra cá, Alemanha, pra lá, a Espanha juntando seus cacos, e os países da ex União Soviética nem se fala.
    Mas os grandes inventores esta vez perderam a sua poltrona, pois isso está escrito na Biblia, que nos últimos tempos, teríamos um ditador e uma moeda só para todo o mundo. Só não deixa claro quando será, nem quem será o ditador final.
    Que Deus tenha misericórdia de nós





Please note: Comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.

Receba nossas atualizações, é Grátis

Digite seu e-mail:

Clique no link em sua Caixa de Entrada ou Spam para confirmar a inscrição.
Categorias
.
.